quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

Inverno

Esse frio me congela de dentro para fora.  Eu estou chegando ao limiar entre os mundos.
Estou cansada de tanto correr sem nunca chegar a algum lugar.
Sei que a morte me espera, impaciente e ansiosa por recolher minha alma.
Alma perdida, desolada.
As cinzas que restaram me sufocam.
Essas cicatrizes me consomem, não me deixam esquecer tudo o que perdemos.
Estou sozinha, meu cadáver será consumido pelas larvas das moscas que agora me cercam.
Você chorará por mim?

Você. Uma palavra tão significativa. Mas contrária à esperança.
O sangue escorre lentamente, mas já não há mais volta.
O Anjo da Morte me aguarda, está à espreita.
Você optou por isso. E agora eu estou aqui, me lamuriando enquanto vejo a vida se esvair.
Amanhã, você saberá.

Você é quem vai se lamuriar.
Estou morrendo. Enquanto você ri e se embebeda.
O manto frio da morte já está me abraçando.
Sinto a felicidade começando a chegar.
Este estado de torpor em que me encontro.

Ria. Aproveite.
A Morte chegará quando menos esperar.
Logo você estará como eu.
Mas não se preocupe.
Do outro lado, as pessoas também não se importam.
Não muda muita coisa.
Adeus.

3 comentários:

Muller disse...

Hum meio gotico né? kkkkkkkk
aqui me contaram uma lenda c.c
uma vez tres coloridos canibais foram num cemiterio da uma de gotico, chegando lá encontraram 2 goticos que devorou as panturrilhas deles g.g nunca mais voltaram num cemiterio c.c
isso é real u.u

Night Volker disse...

Muito triste mas bonito, onee-chan ^^ Omedetô ^^

۞Carla_Witch Princess۞ disse...

É...
Vc tem talento mesmo, menina...
Parabéns!
Bjinhosssssss