quinta-feira, 27 de março de 2008

quarta-feira, 19 de março de 2008

A grama do vizinho é sempre mais verde

Eu não acredito nisso. Aliás, discordo plenamente. Eu olho pro meu jardim, lindo, perfeito, e me pergunto quem foi o idiota rancoroso e invejoso que inventou essa frase, e por que sempre tem alguém pra repeti-la apenas da boca pra fora.

Eu olho pro meu jardim e vejo que as flores mais belas que eu poderia encontrar em toda a minha vida florescem ali, debaixo da minha janela. Vejo que para se valorizar são necessários muitos dias regando e adubando, pra poder nascer ali a mais perfeita flor, a flor que te faz olhar o mundo com outros olhos, a flor cujo perfume é inesquecível, a flor que te faz viver. Percebo que não existe perfeição maior que aquela que há dentro de si mesmo, que não adianta gastar seu tempo pra invejar o jardim colorido dos outros, porque assim, não sobra tempo pra você cuidar do seu próprio jardim e fazer aquelas lindas pétalas surgirem em sua vida.

Eu olho pro meu jardim e o contemplo, agradeço pela paciência que tive para cuidar dele, admiro-o, observo-o e assim vejo que realmente, a grama do vizinho NUNCA é mais verde que a sua. É apenas uma questão de perspectiva e amor-próprio.

[Hakkyo Hoppier]

terça-feira, 11 de março de 2008

Amor... O que é o amor?

Amor... O que é o amor? Seria um simples sentimento de atração entre duas pessoas? Afeto? Sentimento de proteção? Quem sabe uma mescla de amizade e desejo? Seria o sentimento de importar-se com a outra pessoa? Ou um sinônimo de paixão? Seria um sentimento tão profundo que só se sente uma vez na vida? Seria algo tão importante e confuso que devemos ter absoluta certeza do que é antes de dizer? Seria apenas outro sentimento qualquer, que nos faz chorar, ou às vezes sonhar? Seria o que faz as pessoas brigarem? Ou seria justamente o que as une? Será que amar é possível para qualquer um? Será que aquele que diz "eu te amo" superfluamente é capaz de amar? Seria mesmo o amor algo tão complexo que por isso ninguém até hoje conseguiu entendê-lo? Será que todos podem amar? Ou será tão difícil que poucas pessoas conseguem? Afinal, o que é o amor? Talvez apenas outra simples palavra de quatro letras, como ódio ou medo? Seria o mesmo que gostar? Será que realmente amamos aqueles de quem sentimos saudade? Será mesmo que não amamos de verdade se essa saudade for ausente? Será que aquele que se menospreza é capaz de amar? Como alguém seria capaz de amar outro, se nem a si mesmo ama? Teria eu, ou qualquer outro, essa capacidade de amar? Quem sabe o amor foi algo inventado apenas para substituir, ou mesmo resumir o sentimento de querer ser exatamente igual à outra pessoa? Seria amar, aceitar os defeitos alheios, ou admirar suas qualidades? Seria o amor um espelho de si mesmo? Ou será que o amor é algo inventado apenas para servir como desculpa para alimentar o desejo? Se o amor é algo tão profundo, por que tantas pessoas, que dizem ter finalmente encontrado seu verdadeiro amor, se separam pouco tempo depois? Se o amor é mesmo algo tão mágico, por que existem tantas brigas entre os que dizem se amar? Seria o amor algo inventado pelos homens? Ou será que o amor sempre existiu na Natureza? Seria o amor algo realmente tão bom? O que é o amor? Amor...

[Hakkyo Hoppier]